No dia 11 de Janeiro de 2018, por volta das 23h13min, os policiais militares procederam a uma averiguação de informação da população, denunciando que o autor ALESSANDRO AUGUSTO ALBUQUERQUE, 36 anos, praticaria um intenso tráfico de drogas, tendo alugado uma casa somente para esse fim, comercializando ainda ali munições para armas de fogo, e ainda, possuía uma arma de fogo.
Os policiais militares montaram campana nas proximidades do endereço RUA GUIMARÃES ROSA, no bairro São João Evangelista, local este que seria o ponto de venda de drogas, sendo visualizado grande movimentação de pessoas aparentando serem usuárias de drogas, que entravam e saiam do imóvel, após serem atendidas pelo autor.
Em dado momento, o autor saiu do interior do imóvel, e ficou ali defronte montado em uma bicicleta, foi procedida então aproximação da guarnição afim de ser realizada a sua abordagem.
O autor percebendo a presença policial começou a evadir na bicicleta em direção à RUA JOÃO PAULO II, sendo perseguido pela viatura, e ao convergir em alta velocidade em uma esquina, perdeu o controle direcional da bicicleta e caiu ao solo, possibilitando a sua abordagem.
Com o autor foi encontrado a quantia aproximada de R$ 3.405,00 (TRÊS MIL E QUATROCENTOS E CINCO REAIS), EM NOTAS VARIADAS DE R$ 100,00, 50,00, 20,00, 10,00, 5,00, E 2,00 reais, além de 01 (UM) CELULAR, MARCA SAMSUNG.

Retornando ao imóvel do autor, os policiais militares ao procederam as buscas encontraram distribuídas em panelas aproximadamente:

83 GRAMAS DA SUBSTÂNCIA DE COR, CHEIRO E APARÊNCIA SEMELHANTE A MACONHA, 30 GRAMAS DE SUBSTÂNCIA DE APARÊNCIA SEMELHANTE A CRACK, UMA FRIGIDEIRA QUE CONTINHA SUBSTANCIA SEMELHANTE A COCAÍNA PESANDO 626 GRAMAS, UMA SACOLA COM APROXIMADAMENTE 175 GRAMAS DE SUBSTÂNCIA SEMELHANTE A ÁCIDO BÓRICO (USADO COMUMENTE PARA MISTURAR A DROGAS), R$ 114,25 REAIS EM MOEDAS VARIADAS, UMA RÉPLICA DE UMA ARMA DE FOGO TIPO PISTOLA, UM ROLO DE PLÁSTICO “FILME” USADO PARA EMBALAR DROGAS, UMA BALANÇA DE PRECISÃO, 02 CELULARES SEM COMPROVAÇÃO DE ORIGEM OU PROCEDÊNCIA, ENTRE OUTROS OBJETOS.

Indagado ao autor sobre as substâncias encontradas, o mesmo apenas usou a expressão: “a casa caiu”, assumindo a propriedade de todas as drogas, dinheiro e materiais.
O autor foi preso em flagrante delito e conduzido até a Delegacia, com os materiais apreendidos para o encerramento da ocorrência.

Comentários
COMPARTILHAR